Mac Demaro, um cantor canadense que mistura todos os gêneros possíveis e faz disso uma salada musical, consegue transformar os seus três álbuns – ”2”, ”Salad Days” e Another One- em uma mistura jamais vista.

Um menino ainda jovem, com apenas 25 anos e uma paixão, fazer música para si. Sem a preocupação com o mercado geral, que foca no mesmo POP que rondam todas as rádios das grandes e pequenas cidades mostrando o mesmo som com uma letra diferente. Mac traz música, estilo e letra diferente, Ele desafia, não tem medo de fazer o seu som experimental e suas letras sem nexo – quem diga seus clipes- .

mac-demarco

Com seu EP em 2012, conseguiu convencer sua gravadora de gravar o ”2”, seu primeiro CD. Um disco que conseguiu misturar o Rock de garagem, Indie, New Wave, Surf, Glam, Soft Rock e um estilo bem psicodélico. Logo no começo foi bem recebido pela crítica e o público que teve o prazer de conhecer o seu trabalho. Logo depois em 2014, seguido de vários EP’s e Demos veio o seu primeiro real sucesso, o ”Salad Days”. Gravado no seu próprio apartamento no Brooklyn com seus amigos e também membros da banda. ”Salad Days” conseguiu o feito de o popularizar e foi recebido muito bem pela crítica. Marcado por suas músicas mais famosas, como ”Salad Days, ”Blue Boy”,”Treat Her Better”, ”Let Her Go” e ”Let My Baby Stay”. Esse álbum traz um lado mais pessoal dele, com uma parte lírica mais original que vibra pelos versos de suas músicas. O ”Salad Days” trouxe o feito de conseguir pegar tudo de bom do ”2” e melhorar ainda mais com novos ritmos. Basta ver as músicas que começam com uma pegada mais melancólica e rapidamente se tornam rápidas e animadas.

Já o ”Another One” que ainda um pouco apagado, traz um estilo mais profundo -seja na letra ou no ritmos musical- e refinado se comparado com os dois álbuns anteriores. Traz mais músicas de destaque, mas colocando sob os holofotes ”The Way You’d Love Her”.

macdemarco

Demarco chama atenção pelo seu comportamento dentro e fora dos shows. Um cantor conhecido por interagir e falar com o seu público, é conhecido também por nudez e afins. Alguns shows que estava ”levemente” bêbado ou até mesmo sob efeitos de drogas. Max é complicado, mas exatamente a personificação de uma figura. Para ser admirada? Isso fica para os conceitos de cada um. Afinal, cada um tem sua opinião. Por mais que tenha diversos problemas pessoais, como reclamação de vizinhos por excesso de fumaça saindo de sua casa. Ele obviamente estava cozinhando e ocorreu um incêndio. Os shows de Demarco são excelentes, e a qualidade de estúdio e ao vivo é igual. Isso deixa clara a originalidade do CD, e não com a voz totalmente modificada.

Melhorando cada vez mais , seu futuro pode ser genial. Basta se controlar em certos aspectos e saber usar o seu talento na música. Um potencial fantástico, basta ser aproveitado. Afinal, ele é o ”Pepperoni Boy”. Agora tudo que nos resta é esperar sair o seu novo álbum ”This Old Dog”.

Posted by:Victor Hugo

Just a mad man with a box.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s