Anoiteceu, mas de uma maneira distinta. A lua desabrochou dentre as nuvens irradiando sua luz como o vermelho forte de uma rosa. Andava de volta para casa com um sentimento ameno, uma afeição inexplicável à razão. Havia deixado-a em casa depois de mais um dia novo, pois tudo com ela era de certa forma uma novidade. Era um sentimento florescendo em meu corpo que poderia sequer expressar em palavras ou em ações.

Eu deixava algo para trás, mas algo que a partir do momento em qual sua boca me beijava em tom de despedida já gostaria tudo de volta. Não importava se esse novamente seria amanhã, daqui uma semana ou até mesmo um mês. A questão era apenas de amar cada momento compartilhado com ela.

Sua postura era de uma elegância sem métrica a razão. Queria se mostrar como uma fortaleza sem ponto de queda, mas como as demais pessoas que vagam a grande aventura chamada vida, sua estrutura também era uma bela vidraça. Ou apenas a arte sensível e impressionista de Renoir, pois basta parar para analisar e se apaixonar.

Estava longe de ser uma idealização amorosa, mas o inverso disso, Amava ela pelos seus defeitos, pelo seu gênio forte, seu olhar mais profundo que os 11500 metros do oceano e gostaria de ter o prazer de viver com ela em seu estado mais belo, sensato e vulnerável.

Sua presença era perceptível em qualquer ambiente, seja ao seu lado ou no fundo de um corredor mexendo seu cabelo e expondo suas silhuetas. Era ela a mulher capaz de me levar a loucura.

Era um perfume raro de se alcançar. Seu aroma era sublime dentre suas vestes que impregnavam e marcavam o lugar. Se não o ambiente, a mente de quem passava e a notava. Não era um vício, mas um desejo incontrolável de sentir o seu aroma em meus sentidos. Como nas noites em que se deitava ao meu lado, onde eu a aproximava de mim e sentia sua essência próxima e a tocava em suas partes mais frágeis. Seu olhar sublime, seu corpo um violino, e seu gemido a melodia.

Sua influência sobre mim era de alto prestígio, fazendo de mim uma pessoa viva capaz de sentir a mais ampla variedade de emoções. O seu ser me fascina, a maneira que joga sua franja para a lateral esquerda me encanta e a maneira que sorri e se atenta aos filmes me levam a crer que você é certa. Conheço seus anseios e desejos, mas esses que poderiam me afastar fazem me aproximar cada vez mais para passá-los a sua presença. Vamos nos conhecer progressivamente, falar a língua dos olhares e brigarmos por motivos mundanos. Mas são nesses momentos de reflexão que confirmo a mim mesmo do meu amor em relação a você.

Jamais serei capaz de ensaiar ou muito menos explicar os sentimentos que aqui me levam a aflição, mas pelos mais nobres motivos. A aflição se serem inenarráveis. Pois dentre os esconderijos que achamos para gente seus olhos brilham abrindo um espaço entre eu e ela, dentre o silêncio, um grito. Nosso amor, nossos corpos entrelaçados como notas de música tocadas lentamente no piano.

Volte, enfeite os dias comigo. Mostre sua personalidade que cativa e seu corpo que como uma cordilheira, faria eu me perder e me levar a falta de ar. Sentir você perto, conversar sobre o dia e sentir o seu suor ameno enquanto a beijo pelo pescoço abaixo. Minha boca jamais se calou desde que a beijou, e a ideia de tê-la comigo para lhe amar e descabelar consome os meus pensamentos mais sóbrios

Todos esses desejos se chocam como o vento do mar, levando pensamentos e sonhos consigo. A dor passada de não tê-la remete a queda na escada me acertando no meio das costas, me deixando ofegante e sem saber como seguir. E a noção de lhe ver novamente aqui, com o sorriso estampado em seus lábios me excitam a um grau desconhecido, e isso continua sendo uma subavaliação.

Mas nunca se esqueça, você é arte para os meus olhos.

wp-1492100766505.jpg

 

Posted by:Victor Hugo

Just a mad man with a box.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s