Eu faço terapia desde 2010.

Minha vida sempre foi uma corda bamba entre o caos e a fúria. O doce e o amargo. A melancolia e o existencialismo. Sempre bambeando entre o que minhas emoções e sentidos empurravam-me contra. Era exaustivo. 

Nunca fui de falar muito, sabe? Me sentava lá, contava quantas janelas tinham, quantas folhas caiam da árvore e quantas vezes eu me beliscava na coxa para não querer gritar. Poucas coisas eram de fato compartilhadas e muitas eram ocultadas por meus suspiros longos.

Os anos passaram e eu me tornei mais aberta a sentir e a contar tudo o que me afligia quando deitava minha cabeça no travesseiro antes de dormir. É aquilo, né? Um dia após o outro. 

Contei sobre minha problemática família e a infância infeliz que me perturbou por anos. E o quão profunda essas cicatrizes causadas por anos de dores, retratam em mim a insegurança e insuficiência que carrego nas minha relações humanas. 

Sejam as relações familiares, amigáveis e amorosas. 

Comecei a contar sobre tudo, minhas ideologias, anseios, medos, vontades e os desejos mais profundos. Mas nunca mencionei alguém. Não alguém que não tenha me machucado emocionalmente e psicologicamente. 

Mas eu contei sobre ele. 

Ele.

Contei sobre como ele é meu tom de verde favorito e que, enfim, eu me sinto segura e confiante. Que com ele, nenhuma cicatriz minha dói ou é feia, ou que meu passado é sujo e obscuro demais para que possa suportar. Ele enxerga além da penumbra que me esconde da vida amarga e me mostra que ainda há o sabor doce em mim.

Que eu ainda sou flor. Sou arte. Sou amor. Sou afeto. Sou vida. Sou eu.

E eu sou eu com você comigo. 

Posted by:Malu Reining

uma nada extraordinária garota

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s