Sou um rádio quebrado

se um dia tiver alguma paciência

sente-se

sinta-se confortável

há muito que descobrir sobre um velho rádio.

Posso lhe contar histórias que ouvi há anos e todos os outros já se permitiram esquecer,

mas me perdoe se acaso for repetitivo,

ando com alguns tiques e gaguejo um pouco

não falo muito

já falei.

Mas não se permita entristecer sobre minha camada grossa de poeira

isso me da um ar misterioso

mesmo que eu não seja nada

além de um velho rádio comum já sem uso

estou aqui há mais ou menos 18 anos

não é muito tempo para a maioria dos objetos ao meu redor

mas foi tempo suficiente para me tornar um objeto quebrado,

para que pudesse ver tanta movimentação e não ser parte dela.

Perdoe-me a nostalgia

sinto falta de quando ainda via apaixonados fazendo mixtapes uns aos outros durante dias;

de quando me botavam fitas e

escreviam histórias com caneta sobre o papel

ou quando livros não estavam dentro de um tablet.

Tudo parecia precioso e único

não acompanho toda essa velocidade e pressa que as pessoas vivem com

gostava das tardes preguiçosas

em que me ligavam e

realmente sentiam as horas passando

e podia ouvir os corações agradecendo cada uma delas

ou as noites aceleradas de amigos

as conversas altas

as risadas

copos

corpos

abraços

laços e…

ué, cadê o rádio?

Quando a rotina é corrida,

desacelerar é incômodo

ponha-me uma fita,

aquele seu velho CD,

tenha calma

que eu volto ao meu ritmo

o fôlego só vai se perder

se o momento pedir

e assim

posso viver de novo

e mesmo a frente do incerto

me concerto.

 

 

 

 

Posted by:Isabela Meneghelli

Some moments are even worthing write about.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s