Nós que não desatam

Vou ser sua respiração entrecortada no meio da madrugada fria, quando teu corpo enlaça o meu em um nó de pernas, braços, dedos, beijos e olhares. Sou o corpo que você tateia como quem anda no escuro: em ritmo lento e com cuidado.  Passeando seus dedos por toda minha derme que pede pelo teu toque suave…

Ler mais

Ensaio sobre ela

Anoiteceu, mas de uma maneira distinta. A lua desabrochou dentre as nuvens irradiando sua luz como o vermelho forte de uma rosa. Andava de volta para casa com um sentimento ameno, uma afeição inexplicável à razão. Havia deixado-a em casa depois de mais um dia novo, pois tudo com ela era de certa forma uma…

Ler mais

Ele

Ele é a nuance entre canela e cafeína no meu caramel macchiato, sem açúcar e bem quente. É o entardecer na Paulista com o fundo de bossa nova que toca nas calçadas enquanto eu ando, pensando nele. É a música “intro” do The XX com um pouco de “quando bate aquela saudade” do Rubel, mas…

Ler mais

Eu a parti me partindo

Ela está sentada sobre o capô do meu carro com os pés apoiados no para-choque, enquanto fuma desajustada o último cigarro que terei a honra de ver. Os cabelos dançam conforme o vento lhe sopra os últimos tragos de meses regados a instabilidades e algo que nós nunca iremos definir, mas seus olhos castanhos continuam…

Ler mais